Clipping – Folha BV – Número de divórcios se mantém estável durante pandemia em Roraima

Estudos dizem que o desejo por oficializar as separações nesse período de distanciamento social, pode acontecer devido à sobrecarga física e emocional

Enquanto o número de casamentos em Roraima diminuiu por conta da pandemia, com o registro de 250 uniões entre os meses de abril e junho deste ano, o número de divórcios teve leve aumento, se comparado com o mesmo período do ano passado, porém se manteve estável.

De abril a junho deste ano, os cartórios da cidade registraram 20 pedidos de divórcio, enquanto que no mesmo período de 2019, foram registrados 17 pedidos de separação.

De acordo com dados divulgados pelo Cartório do 2º Ofício Daniel Aquino, o mês de junho foi o que registrou mais pedidos de separação, um total de cinco. Em junho do ano passado, apenas um divórcio foi realizado no cartório.

No Cartório Loureiro – 1º Ofício de Notas e Registros de Boa Vista, o total de divórcios oficializados nos meses de abril, maio, e junho foi menor que no ano passado. Em 2020, 10 casais desfizeram a união, enquanto que em 2019, o mesmo período registrou 14 pedidos de separação.

Estudos dizem que o desejo por oficializar as separações nesse período de distanciamento social, pode acontecer devido à sobrecarga física e emocional imposta na convivência integral entre os parceiros, que pode gerar alguns conflitos.

De acordo com a psicóloga Maíne Ferreira, em recente entrevista a Rádio Folha FM,  muitos casais estão sobrecarregados durante o isolamento, principalmente os filhos que estão em idade escolar.

“Acredito que pelo fato de termos uma rotina muito distinta, os casais trabalham em ambientes diferentes se encontravam a noite, que era o horário de ser encontrar e ter a intimidade a dois. Com a mudança da rotina, os casais precisam se reinventar e passar mais tempo juntos, passar o dia com aquela pessoa em momentos de stress, muitas tarefas, e muitas vezes em Home Office com trabalho dobrado. A rotina está ficando mais pesada, ninguém está de férias”, explicou.

Fonte: Folha BV